sexta-feira, 19 de março de 2010

Cotidiano

... a vida que me inspira é a de todos os dias, do ser comum, com seus amores, sua poesia, sortilégios, buscas, fracassos e incertezas... não a vida asséptica e melancólica dos jardins isolados do mundo por muros intransponíveis em que nos fechamos para os outros...

Nenhum comentário: