domingo, 13 de setembro de 2009

Interrogações

Quem é mesmo você?
quem é que você é
você que me assusta
não sabe o que me custa
que é que você quer?
diga como é que é
você que é um encanto
você que me acalanta
você do aqui e agora
você do pensamento
você de toda hora
você a hora toda
você todo momento
por que é um tormento?
de onde é que você vem?
o que é que você tem?
e o que é que a ti convém?
quem é você que passa
todo cheio de graça
onde é que você vai?
porque que aqui não estás?
você se faz fumaça
você que me faz caça
até me faz pirraça
quem é que a ti tem?
quando é que você vem?
você de todo dia
você da vida minha
sempre por ti busquei
tanto te procurei
que bom que te encontrei
já que pra`qui chegou
se aqui me encontrou
por que não fica aqui?

2 comentários:

Érik Diniz disse...

É o amor mesmo, belíssima poesia. Tá inspirada
"Se aqui já me encontrou, poruqe que não fica aqui?"

MJCorrea. disse...

Só quem tem sensibilidade é capaz de entender a alma do outro Érik. Obrigada por sua reconhecida gentileza.