sábado, 23 de maio de 2009

VOCÊ

Você
Que chega e não se achega
Que veio e não ficou
Que foi mas não partiu
Que esteve e não saiu

Você
Que é parte ou quase tudo
Que é tudo, pouco ou quase
Que é sempre no meu tempo
Que é tempo e não se acaba

Você
Uma luz na turva noite
O sol no alvorecer
A alegria e o açoite
Da vida a esmaecer

Você
O calor que até resfria
O frio que ainda aquece
A dor que angustia
O amor que enobrece

Você
Por você e pra Você
Você uma só vez
Você uma vez mais
Pra todo o sempre só Você

2 comentários:

Popó disse...

Quando será o lançamento do livro???

MJCorrea. disse...

O futuro é uma quimera...